Concurso DSR 2013


Durante o ano letivo 2012/2013, no âmbito do concurso DSR 2013 e do Eco-Escolas, professores e alunos realizaram excelentes trabalhos sobre a poluição luminosa, que têm sido divulgados noutros países, contribuindo para a preservação do céu noturno e para que escolas de todo o mundo se juntem a esta causa. O NUCLIO apoiou os professores e alunos através de workshops, palestras e sessões de observação do céu noturno.

Os trabalhos foram apresentados no dia 29 de junho em mais uma edição da Festa das Estrelas, organizada pelo NUCLIO na Casa Museu Paula Rego em Cascais, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais. Neste dia, a coordenadora internacional do projeto Dark Skies Rangers, Connie Walker, entregou os prémios e os certificados aos alunos e professores.

As informações sobre o programa da Festa das Estrelas podem ser consultadas no site do NUCLIO. Este evento destina-se a promover a partilha de sucessos e experiências em projetos desenvolvidos por professores e alunos. Destacamos, a partir das 20h30, um Café Ciência, com Connie Walker, dedicado ao tema “As luzes que escondem as estrelas”, e a Noite das Estrelas, uma sessão de observação noturna junto à Praia dos Pescadores, com a iluminação pública em redor da Baía de Cascais desligada durante 1 hora!

 

VENCEDORES DO CONCURSO DSR 2013

Alunos do 1º e 2º ciclos
1º Lugar – Francisco Roque (EB nº 3 de Condeixa-a-Nova)
2º Lugar – Tomás Loureiro (EB nº 3 de Condeixa-a-Nova)
3º Lugar – Laura Murtinho e Luana Montenegro (EB nº 3 de Condeixa-a-Nova)

Alunos do 3º ciclo
1º Lugar – Inês Pérola (Conservatório de Música do Porto)
2º Lugar – Beatriz Rocha, Maria Gata e Mónica Moniz (Escola Secundária de Lagoa)

 
Professores
1º Lugar – José Gonçalves
2º Lugar – Sandra Bernardo
3º Lugar – Alcida Cardoso e Álvaro Folhas


Ver os trabalhos enviados para o concurso.

 

REGULAMENTO DO CONCURSO DSR 2013

O nosso planeta, visto da Estação Espacial Internacional, parece uma árvore de Natal. Esta iluminação, visível a partir do espaço, é poluição luminosa provocada por candeeiros e projetores exteriores que iluminam para cima ou para os lados, tornando o céu noturno mais claro.

A poluição luminosa é um problema global que precisa de ser combatido, pelas seguintes razões:

  • É responsável pelo desperdício de energia e dinheiro;
  • Contribui para as alterações climáticas;
  • Afeta os seres vivos e a qualidade de vida das pessoas;
  • Impede as pessoas de verem as estrelas e as observações astronómicas.

O projeto internacional Dark Skies Rangers, pretende promover a luta contra a poluição luminosa, alertando as populações para a possibilidade de haver soluções inteligentes de iluminação exterior, economicamente viáveis e em harmonia com o ambiente, e contribuir para devolver às pessoas e aos seres vivos o céu noturno, o maior património da Humanidade que deve ser preservado.

De modo a promover o projeto Dark Skies Rangers em Portugal, o NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia organiza o concurso Dark Skies Rangers para alunos e professores, em colaboração com o National Optical Astronomy Observatory, o Eco-Escolas e o Galileo Teacher Training Programe no âmbito do projeto Discover the COSMOS, com os seguintes objetivos:

  • Estimular o interesse pela investigação sobre a poluição luminosa;
  • Promover a produção de trabalhos sobre poluição luminosa;
  • Desenvolver competências na área da escrita, fotografia, vídeo e Internet;
  • Contribuir para o desenvolvimento de cidadãos informados, participativos e com espírito crítico.

 

QUEM PODE CONCORRER

O concurso Dark Skies Rangers é dirigido a alunos e professores do ensino básico e secundário em Portugal.

 

METODOLOGIA

Alunos
Os trabalhos podem ser individuais ou em grupo, com o máximo de três elementos. Cada escola pode envolver o número de alunos que entender.

Os alunos devem escolher pelo menos uma rua (edifício, jardim, praça…) e realizar um trabalho inédito que deve:

  • Focar a temática ambiental e energética;
  • Partir de um  trabalho de campo que investigue o problema da poluição luminosa a nível local;
  • Conter documentação sobre o tema e dados factuais;
  • Incluir a auditoria da iluminação exterior de uma rua (edifício, jardim, praça…), referindo o tipo de luminárias e de lâmpadas, o seu consumo energético, a sua eficiência (zona de projeção da luz) e o grau de luminosidade do céu noturno (poluição luminosa);
  • Delinear um plano de investigação/ação para procurar soluções fundamentadas e desencadear ações de intervenção coerentes, de modo a sensibilizar a comunidade educativa e as autoridades locais para alterarem os sistemas de iluminação exteriores e preservarem o céu noturno.

O trabalho pode ser elaborado na forma de relatório, cartaz, vídeo ou noutro formato. Deve ser escrito de forma impessoal e indicar com clareza todo o desenvolvimento do trabalho, observações, conclusões e críticas.

Professores
Os professores devem elaborar um plano de aula inovador sobre a poluição luminosa.

 

DIREITOS DE REPRODUÇÃO DOS TRABALHOS

A apresentação a concurso dos trabalhos concede à organização todos os direitos  reprodução, publicação e exposição das imagens, a nível mundial, em qualquer meio, sem prévia notificação, autorização ou compensação ao autor ou a terceiros.

 

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

A avaliação das propostas será realizada tendo em atenção:

  • Relevância, originalidade, aplicabilidade e âmbito do projeto proposto;
  • Adequação da metodologia a adotar, ou adotada, para a sua concretização;
  • Exequibilidade do plano de trabalhos;
  • Adequação de recursos e custos previstos;
  • Nível de envolvimento dos proponentes na eventual concretização do projeto;
  • Sustentabilidade e capacidade de envolver a comunidade alvo da intervenção;
  • Resultados esperados e sua contribuição para o objetivo da sensibilização para a prevenção e controlo do gasto energético.

As três propostas mais pontuadas receberão um prémio individual.

 

PRÉMIOS

Alunos (1º e 2º ciclo)
1º prémio: tablet
2º prémio: telescópio Skywatcher
3º prémio: kit telescópio

Alunos (3º ciclo)
1º prémio: tablet
2º prémio: telescópio Skywatcher
3º prémio: kit telescópio

Alunos (secundário)
1º prémio: tablet
2º prémio: telescópio Skywatcher
3º prémio: kit telescópio

Professores
1º Prémio: participação no Global Hands-On Universe, na Grécia, de 29 de julho a 4 de agosto de 2013
2º Prémio: uma semana para duas pessoas no turismo rural Dark Sky Alqueva
3º Prémio: telescópio

 

PRAZOS

Os concorrentes devem proceder à sua inscrição na página do concurso e enviar os trabalhos até ao dia 30 de abril de 2013. Apenas os trabalhos submetidos dentro do prazo serão considerados a concurso. A data de receção será a data de entrega dos trabalhos. Os trabalhos deverão ser enviados por email para concurso@nuclio.pt

 

JÚRI E ENTREGA DOS PRÉMIOS

O júri será composto pelo grupo de coordenação do projeto e pela Dra. Connie Walker, coordenadora internacional do projeto Dark Skies Rangers.

A reunião do júri ocorrerá em junho, sendo os vencedores do concurso anunciados no dia 20 de junho de 2013. Ao júri reserva-se o direito de não atribuir prémios, caso a qualidade dos trabalhos a concurso não seja considerada satisfatória. A decisão do júri não pode ser alvo de recurso.

Os premiados serão convidados a participar na entrega dos prémios e na apresentação dos trabalhos selecionados pelo júri, durante a “Festa das Estrelas”, em Cascais, no dia 29 de junho de 2013.

 

COOPERAÇÃO

O NUCLIO promoverá, se necessário, várias ações de formação nas escolas e/ou por vídeoconferência, de forma a apoiar os alunos e professores durante o desenvolvimento do projeto.

 

ORGANIZAÇÃO

NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia
geral@nuclio.pt
Tel: 214537440 / 960356909
www.nuclio.pt
www.facebook.com/nuclio

ABAE – Programa Eco-Escolas
ecoescolas@abae.pt
Tel: +351 21 394 2740

Folheto do concurso